Uma coisa pensa o cavalo Outra quem está a montá-lo

.posts recentes

. FORA DA BOUÇA QUE A BOUÇA...

. MIGUEL DE VASCONCELOS, ES...

. TAIPAS: CAPITAL, TRÊS PON...

. MALHARAM NO TINO

. COM PAPAS E BOLOS

. O ARMANDO ANDA DESPIDO E ...

. PIMENTA NO C* DOS OUTROS ...

. ANDAM A DEITAR FORA O NOS...

. OS BOYS CÁ DA TERRA

. GAMADO

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009

SOB SUSPEITA

Quem se der ao trabalho de ler os comentários que vão caindo neste blogue de pensamento livre mas respeitador, já se deve ter apercebido que alguns dos seus visitantes recuperam temas e casos do passado que ilustram práticas condenáveis de aproveitamento em benefício próprio de cargos públicos. Casos dos negócios pouco claros havidos nos bombeiros e na turitermas.

 

Mais recentemente, a suspeita renasce das cinzas e atinge em cheio a junta de freguesia, envolvendo funcionárias e políticos de ontem e de hoje.

 

Parece que as Taipas arrastam uma qualquer maldição, com fantasmas a aparecerem periodicamente do meio de uma acalmia podre e hipócrita.

 

Do caso dos terrenos do antigo quartel dos bombeiros continua a falar-se muitos anos depois do assunto ter sido considerado encerrado pelos principais protagonistas. Percebe-se neste permanente ressuscitar do assunto que subsistem muitas dúvidas que ninguém quis esclarecer, talvez pensando que o tempo apagaria da memória actos suspeitos. Alguém se governou, continua a ouvir-se.

 

De igual modo no que à turitermas diz respeito. Antes, devido às passeatas de administradores que em bando e em família se deslocavam ao estrangeiro em regime de pensão completa pago pela empresa. Depois, porque um administrador usa o carro da empresa em seu proveito exclusivo, com outras mordomias à mistura. Agora, porque um outro administrador goza do privilégio de fornecedor único da frota automóvel, negociando sem concorrência.

 

Quanto à junta de freguesia, como se não bastassem as tropelias quem envolvem a compra de uma viatura que pertenceu a uma sociedade do irmão do presidente em condições no mínimo manhosas, sabe-se agora que alguém meteu a mão no prato apoderando-se de dinheiro público.

 

Isto está a precisar de uma boa barrela, mas dói ver como a maioria dos taipenses, que é gente honrada e gente de trabalho, assiste a todos estes processos repetidos sem mostrar coragem para extirpar as metástases cancerígenas que ameaçam a sua vida.

 

Ao contrário do que algumas cabeças pensam, isto é bem mais sério do que à primeira vista parece. Até parece que não há cura para a maldição, mas há. Basta tirar a máscara aos suspeitos....ou não lhes dar confiança só porque são de boas famílias. Família, família e família política.


publicado por igrejavelha às 14:21

link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De Anónimo a 5 de Janeiro de 2009 às 22:18
Está tudo muito certo e deu para entender, mas não entendi uma coisa: à alguma funcionária da junta de má família?


De Juca Vivo a 6 de Janeiro de 2009 às 23:47
Finalmente, aparece alguém a reabrir um processo sobre os factos que têm conduzido as Taipas ao actual "Status quo".
O denunciante merece desde já o meu elogio e que lhe diga que também estou disposto a colaborar.
Vou, por isso, ajudar a denunciar dia-a-dia os vários ítens do seu comentário, e a isso vou chamar "O GRITO DO IPIRANGA":
Penso que seria de chamar à responsabilidade os outores da negociata dos bombeiros, cujos nomes se conhecem sobejamente. Vamos a isso?
Quanto à Turitermas, ao que sabemos, depois de alguns acertos com a Câmara, consta-me que vai ser nomeado mais um "mamão" para a gerência. Será que que o João da "Megane" já "mamou" o suficiente, ou vai dar a "teta" ao Dr. Soares, para este se calar?
Brevemente continuarei com novos capítulos.


De Juca "mais que vivo" a 7 de Janeiro de 2009 às 13:22
E o Magalhães de CAVEZ, esse que ontem esteve mais uma vez a pedir votos a troco de uma fatia de BOLO REI! Esse não é caso a ser pesnsado?
Não estiveram atentos às notícias tão recente do JN?

Não têm vergonha, estes politiqueiros servirem o povo e deles tirarem partido, enriquecendo sem pejo algum! Virá o dia em que tudo erá descoberto pois as verdades não se escondem eternamente!

Bem haja aqueles que nada receiam pela verdade!


De Anónimo a 7 de Janeiro de 2009 às 20:57
É vergonhoso, de facto, como foram e são geridas algumas instituições taipenses:
- Bombeiros; - Jardim-de-infância; - Junta de Freguesia; - Turitermas.
O rosto desta gestão é Remisio.


De Juca Vivo a 7 de Janeiro de 2009 às 23:18
Renascer das cinzas: retomando o comentário à "História Ternurenta", ou seja que o prometido é devido, por isso cá estamos a revelar aquilo que mais ou menos sabíamos. Na Assembleia de 19 de Dezembro, o Tesoureiro quase pronunciou no nome da funcionária a penalizar. Nós sabemos que é nem mais nem menos a Engª com várias funções na Junta, e aspirante ao trono de "PRIMEIRA DAMA DA POVOA DE LANHOSO" nas próximas eleições.


De O Justiceiro a 8 de Janeiro de 2009 às 00:28
BEM HAJAM AQUELES QUE NÃO SE ESCONDEM COBARDEMENTE ATRÁS DE NOMES FALSOS...

porque se o Sr. Juca assinasse com o seu nome verdadeiro também íamos poder falar dos seus podres... que não são poucos...

Como dizia Cristo, quem não tiver pecados que seja o primeiro a atirar uma pedra...


De Juca Vivo a 9 de Janeiro de 2009 às 23:12
Snr. Justiceiro, voçê é mesmo o típico "olha para o que digo e não para o que eu faço". Daí se apresentar, cobardemente, atrás de nome falso. Faça justiça, seu falso justiceiro!


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2009 às 18:55
Sr. Justiceiro, não sei que genero de justiça é a sua, mas deixe que lhe diga, deus perdoou muitas coisas entre as quais não esta incluido o roubo.


De KIM VILAGE - OLIVEIRA a 12 de Janeiro de 2009 às 17:22
Tudo isto seria escusado se não existisse o homem "podre" aquele que manteve esta terra no marasmo durante 16 anos! Esse homem com "h" pequeno, outro não o merece! Esse dito, esse pela qual agora tanto se desvenda, temo nome de família boa, no entanto aproveitou-se disso e tirou grande proveito! Gostava que um dia a Justiça, sabe sr. Justiceiro, viesse ao de cima! E, já agora, para não sofrer mais, não ficar a pensar, e tirar más ilações, esse "h" ...... é REMÍSIO - O CARLOS!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds