Uma coisa pensa o cavalo Outra quem está a montá-lo

.posts recentes

. FORA DA BOUÇA QUE A BOUÇA...

. MIGUEL DE VASCONCELOS, ES...

. TAIPAS: CAPITAL, TRÊS PON...

. MALHARAM NO TINO

. COM PAPAS E BOLOS

. O ARMANDO ANDA DESPIDO E ...

. PIMENTA NO C* DOS OUTROS ...

. ANDAM A DEITAR FORA O NOS...

. OS BOYS CÁ DA TERRA

. GAMADO

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

DEPOIS NÃO DIGAM QUE NÃO AVISEI

Da imprensa de hoje: Magalhães faz mal à vista.


publicado por igrejavelha às 18:56

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 12 de Maio de 2009

A TRAPALHADA DOS LARES DE IDOSOS CONTADA ÀS CRIANCINHAS

Defender a construção de um Lar de Idosos em vésperas de eleições é cravo que fica bem na lapela de qualquer candidato futuro.

 

Mas um Lar é caro, a construção e o mobiliário custam os olhos da cara, E mantê-lo também não é barato. Por isso não há Lar sem que o Governo abra os cordões à bolsa.

 

E o Governo não financia mais que um por freguesia. E exige que a comissão local de acompanhamento social, de que a Junta faz parte, dê parecer favorável.

 

Sabedores de tudo isto, o Tino e o Ricardo tentaram antecipar-se um ao outro. Ambos sabem que só um vai ser aprovado e ambos também sabem que o último a chegar fica de fora.

 

Porque na hora de aprovar quem vai e quem não vai receber o subsídio da segurança social, que, repito, é indispensável, a CLAS, onde o Tino participa e o Ricardo não, vai votar favoravelmente o projecto da Junta, porque é o mais antigo. Diga-se que o Ricardo pensou exactamente o mesmo, isto é tentou fazer ao Tino o que o Tino fez a ele.

 

Recorrendo ao futebolês diria que o Tino fez obstrução para impedir que o Ricardo chegasse à bola.

 

Mas usando o mesmo linguajar diria que o Ricardo tentou ganhar com uma jogada de secretaria.

 

Moral da história: nem um nem outro jogam limpo. Cabe ao juiz mandar os dois descansar em casa.

 


publicado por igrejavelha às 12:15

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 5 de Maio de 2009

D. NAZARÉ

Dona Nazaré estava posta em sossego, gozando da reforma o doce fruto quando o bando "por amor às tripas" descobriu nela o perfil ideal de que gozam os eleitos.

 

Pelo menos foi isso que lhe disseram e em que ela acreditou quando a convidaram para integrar o grupo excursionista.

 

Só mais tarde percebeu que se lembraram dela porque era dona de um terreno que vinha mesmo a calhar para nele construir um daqueles lares onde costumam meter os velhinhos.

 

Foi à cozinha, pegou num copo de água e tomou um calmante que o dr. Nuno prescreve aos da idade dela, a par, obviamente, de umas marchas pedestres no parque. E foi dormir. Sentiu-se usada, mas por uma boa causa.


publicado por igrejavelha às 09:55

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

E JA AGORA O NEGÓCIO DA CARRINHA

Pois este negócio foi assim:

 

O Tino tinha corrido com o Valinha das limpezas e reparações, anunciando que isso dava para poupar muitos milhares de euros. Além disso, o Valinha vinha do tempo do Remísio e tudo o que vinha desse tempo era suspeito.

 

Feito isto, a Junta ficou sem  ninguém para as limpezas, com o resmungão do Abreu sempre a protestar, sempre a protestar que era preciso qualquer coisa para o lugar do Valinha.

 

Então o Tino teve uma visão. Lembrou-se que o mano tinha uma carripana boa para transportar lixos, materiais e até pessoal.

  

E logo imaginou a Junta a comprar e do negócio sobrar algum para o mano. O segredo estava na avaliação. Tinha de ser uma avalição por alto, um preço maior do que o que fazia falta para pagar à companhia de leasing. Tudo combinado e acertado, o mano negociou com o leasing um valor menor do que a Junta lhe pagava. 

 

Foi por esta razão que no negócio quem vende não foi quem recebeu.

 


publicado por igrejavelha às 17:25

link do post | comentar | favorito

TÁCTICA ELEITORAL III

Quanto ao caso dos Lares de Idosos do Tino e do Vigas, a questão é a seguinte:

 

O Tino prometeu um e na Pensão Vilas. Então encarregou o Vigas de convencer o César a comprar a Pensão. O César, que está farto de ser enrabado nos negócios familiares, disse não, que não se metia nisso. Mas o Vigas insistiu e prometeu um rendimento bom e seguro. Para deitar areia para os olhos, meteram uma imobiliária pelo meio. Foi ele que fez o negócio e é ela que aluga a Pensão à Junta pro 3.000 euros por mês.

 

Com este contrato nas unhas, que lhe garante o edificio desejado, e como são precisos muitos milhares de euros para obras, o Vigas encosta o Magalhães à parede com o pedido de uma reunião, a ver se ele cai na esparrela: ou dá dinheiro e licenças rápidas, ou fica com as culpas do boicote.

 

Depois ainda falta uma IPSS, porque isto de apoios da segurança social para lares de idosos só através de uma instituição do género. Nas Taipas há uma, a da concorrência. Pois bem, a solução é jogar na antecipação, porque a mesma instituição não pode apresentar dois projectos diferentes para o mesmo fim na mesma freguesia. Por isso a pressa de segunda à noite.

 

Mas eu que não alinho com estratagemas para iludir o pagode e caçar votos, sempre vos digo que se o Lar do PS não tem futuro por, entre outras razões, não haver dinheiro para o financiar, este também não terá pelas mesmas razões, por que a segurança social esgotou o pilim para estas coisas e tão cedo não vai aprovar qualquer lar para velhinhos.


publicado por igrejavelha às 12:48

link do post | comentar | favorito

GOSTO DISTO

Gosto dque me mandem uma bicadas, confesso. Deliro com os prodígios de imaginação dos que me lêem e comentam. Estejam à vontade que eu já me vou pôr a jeito para mais umas bardoadas.

 

Um caramelo chama-me burro outro comunista. A picada de insecto não faz o elefante desviar a atenção, apenas provoca irritação cutânea que passa com breve sacudidela.

 

Ao meu leitor mais inteligente pergunto se quer que lhe conte o negócio, quem o fez e quem está por trás dele e garantiu um rendimento certo e seguro para a vida de 300 patadas por mês. Claro, ilustre leitor, a empresa que deu a cara pelo negócio administra fortunas e não anda neste mundo por amor aos velhinhos, mas sim para ganhar dinheiro e quanto mais melhor. E o escondido do negócio ganha muito mas também gasta muito e dá muitos pontapés na ...sorte, percebeu. O que lhe vale é que há amigos que à custa da junta lhe querem garantir a velhice. Afinal, é uma outra forma de tratar dos idosos.

 

Quanto ao segundo leitor se acha que sou o que ele diz que sou então mais vale dedicar-se ao sudoku, porque não pesca nada de política. E também não é original, a não ser que seja sempre ele a dizer a mesma coisa com nomes diferentes, umas vezes anónimos outras com nomes artificiais que são igualmente falsos.

 

Adoro-vos leitores meus. Se vos conhecesse dizia de vós o que o poeta  A.Boto disse dos fedelhos. Como não vos conheceço nem tenho tal presunção, apenas vos dou conselhos. Ou concelhos? E fico a aguadar ansiosamente os vossos comentários. Não consigo viver sem eles, que quereis?


publicado por igrejavelha às 12:22

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

blogs SAPO

.subscrever feeds