Uma coisa pensa o cavalo Outra quem está a montá-lo

.posts recentes

. FORA DA BOUÇA QUE A BOUÇA...

. MIGUEL DE VASCONCELOS, ES...

. TAIPAS: CAPITAL, TRÊS PON...

. MALHARAM NO TINO

. COM PAPAS E BOLOS

. O ARMANDO ANDA DESPIDO E ...

. PIMENTA NO C* DOS OUTROS ...

. ANDAM A DEITAR FORA O NOS...

. OS BOYS CÁ DA TERRA

. GAMADO

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

CRIMINALIDADE

Revejo-me neste texto:

 

A propósito disto, só queria recordar ao Eduardo duas coisas. O PS, na encarnação Guterres e quando Costa, o actual e irrelevante presidente da CML, era ministro da Justiça, "reformou" o processo penal no sentido de agravar as medidas de coacção. As cadeias encheram-se a seguir de presos preventivos desde - ironias do destino - deputados da nação até vulgares ladrões de bicicletas. Na dúvida, prisão preventiva. O PS, na encarnação Sócrates e com outro Costa na Justiça, voltou a "reformar" o processo penal para o "aliviar" da "dureza" da medida máxima de coacção. O resultado imediato foi a soltura de muitos presos preventivos, rapaziada que, de certeza, é mais dada a entrar numa gasolineira aos tiros do que nas "novas oportunidades". O problema é dos criminosos, de quem aplica a lei ou de quem, consoante a "encarnação" e os "tempos", a faz e desfaz?
 
 

Retirado do blogue Portugal dos Pequeninos com a devida vénia.


publicado por igrejavelha às 14:51

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

ANIMAÇÃO CULTURAL

Terminou mais uma edição do festival de rock, de Barco. Foi um sucesso a vários níveis.

 

Desde o espaço, agradável, aprazível e bem localizado, com o rio Ave como elemento central e sempre presente.

 

Até ao muito público, entusiasta e aderente.

 

Além, é claro das bandas. Escolhidas com indiscutível profissionalismo de entre as que na actualidade rockeira estão nos topes das preferências da malta.

 

A continuarem por este caminho o Festival de Barco tem condições para se afirmar como uma proposta a não esquecer por todos quantos no verão peregrinam entre o sudoeste e paredes de coura sem esquecer o avante.

 

Perdemos o Rock'in Taipas mas temos a achega de bois que anima muito mais.

 


publicado por igrejavelha às 12:18

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008

E CURRAL DE MOINAS AQUI TÃO PERTO

Está um otário de barriga besuntada para o ar  a gozar mercidíssimas férias e eis que, via casadeportuguediz, me cai no prato da sopa a mais recente entrevista do nosso querido líder. Por momentos julguei estar a ouvir o tele-rual de "Curral de Moinas"  mas confirmei no rflx que era mesmo verdade.

 

Então não é que o Sr. Veiga, Tino para os amigos, decidiu baralhar tudo, transformar processo disciplinar em fichas de avaliação de desempenho e ainda lhe sobrou tempo para mandar umas bicadas no Sr. Engº?

 

O Tininho saberá o que diz? Andará bom do juízo? Para ele inquérito e avaliação de desempenho é uma e a mesma coisa?

 

E que dirá o Abreu, que com o Tininho acolitava o Sr. Engº no mandato passado. Será que vai ficar mudo e quieto perante as acusações trapalhonas do Tino do Botequim de Dume?

 

E o outro Armando, que alto e bom som disse publicamente que estava a correr um inquérito, que afinal é uma rotina para avaliar as funcionárias, quiçá tendo em vista a sua promoção no lugar do castigo.

 

Ó Tino, eu sei que estamos na estação parva ou seally season, como dizem os camónes, mas convém não exagerar.


publicado por igrejavelha às 14:14

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 12 de Agosto de 2008

OS VERMES

Porque estou de férias tenho mais vagar para ler o que se escreve nas Taipas e sobre as Taipas.

 

Por isso só agora me dou conta da quantidade de bloggers, uns anónimos outros disfarçados de ocupantes romanos, outros devidamente identificados, que se preocupam comigo, com o que digo e com o que não digo nem nunca quis dizer mas dizem que eu disse.

 

Procuram-me nas sombras quando eu estou junto deles, ao seu lado.

 

Agradeço a todosa atenção que me prestam sem eu a merecer. E como prova de agradecimento juro que vou continuar a desnudar as suas vaidades ocas, as suas ambições mafiosas, os seus arranjos de vida.


publicado por igrejavelha às 17:40

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

SOBRE AS FONTES

Tenho pena de não me ter ocorrido o pensamento que ocorreu ao jornalista do Reflexo que, ao introduzir a entrevista ao Tino, afirma que os socialistas demonstraram maior preocupação em saber  a identidade dos visados no inquérito do que no seu objecto. Pudera, as fontes carecem de protecção adequada.


publicado por igrejavelha às 14:23

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

PENHORA PORTA-A-PORTA

Com pompa e circunstância o fisco fez saber que inspectores seus vão bater à porta dos caloteiros que várias vezes notificados se recusam a cumprir os seus deveres fiscais.

 

Interessante é saber que o mesmo fisco não tem mão pesada sobre os que pura e simplesmente fogem ao fisco. É o que se deduz do recente estudo onde se revela que a economia clandestina representa 23% do produto interno bruto.

 

O fisco não persegue quem lhe foge e não cumpre - persegue até à exaustão os que muitas vezes gostariam de cumprir mas não ganham o suficiente para o fazerem. Por isso nas estatísticas das falências e insolvências não aparecem empresas da economia clandestina. São como as bruxas, para o fisco: ele nunca as vê, mas que las ay, ay. E assim se faz de conta que se combate a evasão e a fuga fiscais, para honra do Ministério e louvor de Sua Excelência o Presidente do Conselho de Ministros. Ámen.


publicado por igrejavelha às 16:39

link do post | comentar | favorito

PAGAMENTO EM ESPÉCIE

 

Li no Público da semana passada que a versão mais recente do Código do Trabalho - e que se afasta da versão apresentada aos parceiros sociais e por eles aprovada -  prevê a hipótese de os patrões pagarem em espécie aos seus trabalhadores, mesmo contra a sua vontade.

 

Eu, pelo sim e pelo não, já comecei a juntar tomates e pepinos para pagar os impostos. Ou será que me é negado o direito de reciprocidade?

 

 


publicado por igrejavelha às 12:38

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2008

PROCESSO DE AVERIGUAÇÕES EM CURSO

Há mais de um mês que corre o tal processo de averiguações para apuramento do desvio de dinheiro da Junta. Tempo suficiente para tomar decisões: ou há matéria para processo disciplinar ou deve ser comunicado oficialmente que nada de relevante se apurou. A dúvida e a suspeita não podem eternizar-se, sob pena de se transformarem em condenação oculta. Mas nem por isso menos dolorosa.


publicado por igrejavelha às 13:03

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds