Uma coisa pensa o cavalo Outra quem está a montá-lo

.posts recentes

. FORA DA BOUÇA QUE A BOUÇA...

. MIGUEL DE VASCONCELOS, ES...

. TAIPAS: CAPITAL, TRÊS PON...

. MALHARAM NO TINO

. COM PAPAS E BOLOS

. O ARMANDO ANDA DESPIDO E ...

. PIMENTA NO C* DOS OUTROS ...

. ANDAM A DEITAR FORA O NOS...

. OS BOYS CÁ DA TERRA

. GAMADO

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

IRMÃO AMIGO, A JUNTA ESTÁ CONTIGO

Andam por aí a dizer que o pataquinho que o nosso querido líder deu de sinal pela carroça do mano já foi recuperado pela Junta. Foi pago pelo bando dos três.

 

 


publicado por igrejavelha às 17:57

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

O ZÉ LUIS CHAMOU O PAI ESPIRITUAL

O representante do pai na Taipas-Turitermas falou e disse que não há nenhum problema laboral na dita cuja. Palavras do senhor que gostaríamos de saber confirmadas por quem lá trabalha e, por medo das represálias, cala mas não consente.

 

Um dia destes talvez alguém seja despedido ou não veja o estágio renovado e então vamos saber quem fala verdade, quem se sente discriminado em função da família de origem. Família em sentido amplo, isto é família-família e família partidária. Vamos saber quem ganha pelo trabalho que realiza e quem ganha remunerações acrescidas sem que se perceba qual o motivo. Quem goza de mordomias e de tolerâncias várias e quem trabalha sob chicote.

 

O representante da Câmara na Taipas-Turitermas tem a nossa caixa de comentários ao inteiro dispor, sem censura, para clarificar o que entende por inexistência de problemas laborais. Ficamos à espera.


publicado por igrejavelha às 17:26

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

O SABER E AS HABILITAÇÕES CONTAM MENOS QUE O CARTÃO

Não me interessa o lavar de roupa suja do processo bcp-millenium , embora me interesse que se apurem os factos até ao tutano e se conheçam os meandros da porcaria dos negócios escuros em que parece estar metido. Se mais não fosse, para que a máscara caia e venha à tona a hipocrisia dos que fingem uma santidade e uma lisura que de todo não têm.

 

Fiquei banzado com a troca de piropos entre o PS (Governo) e o PSD, com cada qual a puxar a brasa dos tachos para si e as suas sardinhas. Nada de desconhecido, mas sabe sempre bem ver as nossas suspeitas confirmadas por quem melhor as pode confirmar, ou seja pelos que as praticam em privado enquanto em público pregam moralidade....

 

Portanto, ficou evidente que entre PS e PSD há um conúbio que conduz à partilha de lugares, seja nas empresas públicas, com extensão a cargos de destaque em empresas privadas. Quem vai para tais tachos é quem quer um quer outro indicam, numa aplicação serôdia do tratado de Tordesilhas à vida política. Daqui resulta um domínio efectivo sobre sectores chave da economia e, pormenor não desprezível, uma legião de indefectíveis que pagam favores com lealdades e, no limite, alimentam vidas tranquilas e euros a rodos, alguns dos quais serão provavelmente encaminhados para os dois partidos a título de generosas quotas e contribuições particulares.

 

Temos assim que conhecimentos técnicos, experiência profissional e provas dadas à parte, que sempre as haverá, o critério principal de nomeação para cargos de relevo deriva da filiação partidária e da fidelidade aos chefes, o que implica a existência de círculos de amizades fechados e inacessíveis ao comum dos cidadãos.

 

Esta apropriação dos lugares pelos dois partidos do bloco central embota a democracia, negando a todos a igualdade de oportunidades porque, infelizmente, não se confina aos pequenos domínios do sector empresarial do Estado antes se projecta por toda a vida pública, chegando ao mais remoto cargo de uma qualquer empresa municipal.

 

Aínda na última assembleia de freguesia, percebeu-se que a Turitermas não está imune ao favoritismo e ao nepotismo e que o PSD das Taipas fala como fala porque acha que o PS de Guimarães está a ocupar demasiados lugares com gente sua.

 

Pobre povo que a tudo assiste e não pega na vassoura!


publicado por igrejavelha às 12:28

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

ANDAM A BRINCAR COM O PAGODE

Cumprindo a obrigação que a mim mesmo imponho periodicamente, lá fui à última sessão da nossa assembleia de freguesia do ano de 2007. Mais uma vergonha a registar.

 

Mas nem por ser mais uma vergonha a registar os faltosos estão desculpados. Porque desta vez não estiveram todos os emplastros do costume e basta a ausência de um deles para a festa ficar estragada ou o caldo ficar entornado, conforme os casos. Eles dão o colorido folclórico às reuniões e sem colorido aquilo ainda é mais difícil de deglutir que óleo de fígado de bacalhau.

 

Tirando esse pequeno pormenor, de que aliás só se dá conta quando o gerente da banda fecha a partitura e abre o livro de reclamações, a sessão foi imprópria para cidadãos dados à sonolência, tantos foram os golpes baixos, as rasteiras e os remoques ditos com o ar mais beato deste mundo que a nossa magnífica pequena casa da democracia local pareceu uma reunião de accionistas do moribundo millenium bcp: vícios privados, hipocrisia pública. 

 

Portanto, não deu para ressonar.

 

Aquilo foi coisa medonha, com os pragmáticos, vulgo socialistas, a fingirem disponibilidade para ajudar a junta a desatar o nó que eles ajudaram a câmara a dar, e os pedinchistas públicos de tachos, vulgo sociais-democratas, a criticarem aqueles outros por não os ajudarem de facto. No fundo no fundo, aquilo era um faz de conta encenado: uns fazem de conta que querem ajudar, mas desajudam, para mais tarde acusarem os outros de prometerem sem fazer; os outros ameaçam vir para a rua exibir os projectos que sabem não poderem executar por mau relacionamento com a câmara, preparando-se para acusarem os outros de nada terem feito para os apoiar junto de António Magalhães.

 

Como diria o meu compadre Zé da Mula, uns não f.... nem saem de cima; os outros nem saem de cima nem deixam f....

 

Grave grave é que não haja quem os mande brincar com a coizinha deles em vez de brincarem com o pagode.


publicado por igrejavelha às 19:03

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

blogs SAPO

.subscrever feeds