Uma coisa pensa o cavalo Outra quem está a montá-lo

.posts recentes

. FORA DA BOUÇA QUE A BOUÇA...

. MIGUEL DE VASCONCELOS, ES...

. TAIPAS: CAPITAL, TRÊS PON...

. MALHARAM NO TINO

. COM PAPAS E BOLOS

. O ARMANDO ANDA DESPIDO E ...

. PIMENTA NO C* DOS OUTROS ...

. ANDAM A DEITAR FORA O NOS...

. OS BOYS CÁ DA TERRA

. GAMADO

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Quarta-feira, 9 de Julho de 2008

PROCESSOS DISCIPLINARES

Na já famosa sessão da assembleia de Julho, o Armando Marques confirmou a existência do tal inquérito interno, que, mais tarde, Armando Abreu chamou de processo disciplinar. Parece-me ser o procedimento correcto quando há suspeitas sobre comportamentos e atitudes duvidosas.

 

Assim como me parece igualmente correcto manter o ou os processos sob segredo. Para mim é elementar. Sou contra julgamentos populares.

 

Mas uma vez apuradas as responsabilidades e se se concluir que as suspeitas foram confirmadas e depois do legítimo direito de defesa, eu acho que a Junta fica ela própria sob suspeita. Afinal, compete-lhe dirigir o pessoal sob sua orientação e zelar pelo correcta contabilização de todo o dinheiro recebido e gasto. Isto quer dizer que a Junta, depois de apurados os factos, deve solicitar um inquérito à sua negligência, incapacidade ou omissão. È o mínimo que politicamente pode fazer para não ficarem dúvidas sobre o seu comportamento ao longo dos meses.


publicado por igrejavelha às 12:09

link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De O Chupeta a 9 de Julho de 2008 às 13:56
Claro que, quem fica sob suspeita é, obviamente, o Tesoureiro da Junta! A ele e a mais ninguém lhe compete a tutela sobre a contabilidade! Acho que quem deu uma canelada debaixo da mesa, afinal, foi o Armando Marques!
Já agora: também acho correcto manter o ou os processos sob segredo, mas como é que o seu amigo, o Capela Dias, sabia do que se tratava? Ai o Capelinha... Só me admira este senhor não pedir toda a contabilidade da junta, assim como fez com a Taipas-Turitermas! Dualidades!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds